PROJETO SANKOFA “Desconstruindo o racismo e denegrindo a escola”

 

12235081_790023097793405_5064089801367555779_n

Na sexta-feira  26/11/2015 foi realizada a I Mostra Cultural da Escola Estadual de Ensino Médio “Fernando Duarte Rabelo” em Vitória – ES, fruto de um projeto para implementação da Lei 10.639/03 idealizado pela professora Sara Alves, Cientista Social – UFES e pós graduanda do Curso de Promoção da Igualdade Racial na Escola – UNIAFRO/UFES.

A mostra contou com apresentação de trabalhos protagonizados pelos próprios alunos do 3º ano do ensino médio que escolheram 4 temas para pesquisa e interpretação teatral para a desconstrução do preconceito e do racismo, entre eles: religiões de matriz africana, referências musicais negras como RAP, FUNK e o SAMBA, a estética e a beleza negra através da aceitação do cabelo e a representação na mídia e nas princesas de desenhos animados.

A professora Sara Alves, responsável pelo projeto afirma que a realização de debates e diálogos em sala de aula ao longo do ano letivo foram fundamentais para a sensibilização e  envolvimento dos/as alunos/as na realização da Mostra. “Eles se doaram e superaram minhas expectativas na realização do trabalho proposto, sei que nenhum de meus alunos/as saíram do jeito que chegaram aqui, cheios de preconceitos, contra cotas entre outras atitudes, a realização da mostra é um aprendizado pra vida deles” conta muito emocionada a Profª Sara Alves.

O que significa o nome do projeto? 

Sankofa é um pássaro africano de duas cabeças. De acordo com a filosofia africana o termo expressaria a ação de voltar ao passado para resignificar e transformar o presente e futuro, ou seja, resgatar a memória para continuar fazendo história. Ao longo do ano letivo 2015 as turmas de 3º ano tiveram a oportunidade de fazer essa revisão histórica do Brasil para compreender o problema do racismo em nosso país e como essa estrutura de poder contribui para a exclusão de negras e de negros ainda no presente. Em nossas reflexões, entendemos a importância de pensarmos em ações afirmativas que viabilizem as oportunidades e valorizem a identidade afro-brasileira, inclusive no espaço escolar.

O slogam tem uma proposta muito ousada. Denegrir é uma expressão geralmente usada de forma pejorativa. No entanto, se refletirmos na essência da palavra ela significa “tornar negro”. Reconhecer a identidade negra no espaço escolar é, portanto, o sentido dado a essa expressão no slogan proposto ao projeto que possui como tema central a “Promoção da igualdade étnico racial – Questões das negras e dos negros na sociedade brasileira (Aplicação da Lei 10.639/03)”.

Depois de um ano letivo de reflexão e problematização do racismo no Brasil e o processo de exclusão das negras e dos negros aplicaremos nosso aprendizado no sentido de propor formas de valorização da identidade afro-brasileira como um dos mecanismos necessários para a desconstrução do preconceito racial. Por isso convidamos a todos da comunidade escolar a assistir a Mostra artística SANKOFA – 3º ano do Ensino Médio.

Texto do Projeto de: Professora Sara Alves (Sociologia)
Equipe: PIBID/CSO/UFES
Turmas: do 3º ano – matutino e vespertino

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s